PPGTG
  • COBRAC 2018 – Informativo IV

    Publicado em 07/05/2018 às 08:06 08Mon, 07 May 2018 08:06:50 +000050.

    COBRAC 2018 – Informativo IV.PDF

    SECRETARIA >> COBRAC 2018


  • – Pauta reunião Colegiado Delegado Outubro/2018

    Publicado em 04/10/2018 às 10:40 10Thu, 04 Oct 2018 10:40:23 +000023.

    Está disponível a pauta da reunião do Colegiado Delegado de outubro de 2018.

    SECRETARIA >> Atas de Reuniões >> Colegiado Delegado >> 2018


  • – Notas TGT410033 publicadas (2018/2)

    Publicado em 28/09/2018 às 12:14 12Fri, 28 Sep 2018 12:14:32 +000032.

    As notas da disciplina TGT410033 Mapeamento Geoambiental, do professor Rafael Augusto dos Reis Higashi, foram publicadas e estão disponíveis nos históricos escolares dos(as) alunos(a) para consulta.


  • – SALA ALTERADA disciplina TGT410013 Gestão Territorial

    Publicado em 27/09/2018 às 15:37 03Thu, 27 Sep 2018 15:37:45 +000045.

    Devido ao alto número de alunos matriculados, a disciplina TGT410013 Gestão Territorial será ministrada na SALA 602, BLOCO A, CED – Centro de Ciências da Educação (o Bloco A é o bloco da lanchonete do CED).


  • – Exame de qualificação Matheus Klein Flach

    Publicado em 26/09/2018 às 11:56 11Wed, 26 Sep 2018 11:56:14 +000014.
    Aluno(a) Orientador(a) Nível Banca Data Horário Local Título
    Matheus Klein Flach Dr. Rafael Augusto dos Reis Higashi Exame de Qualificação Dr. Orlando Martini de Oliveira

    Dr. Murilo da Silva Espíndola

    Dra. Gracieli Dienstmann (suplente)

    27/09/2018 14:00 Auditório I – EQA Comparação dos parâmetros obtidos pelo ensaio de Borehole Shear Test e cisalhamento direto na caracterização e mapeamento das áreas suscetíveis a deslizamentos na microbacia do Ribeirão Baú, Ilhota/SC

  • – Exame de qualificação Ivan Merêncio

    Publicado em 26/09/2018 às 11:35 11Wed, 26 Sep 2018 11:35:56 +000056.
    Aluno(a) Orientador(a) Nível Banca Data Horário Local Título
    Ivan Merêncio Dr. Carlos Antônio Oliveira Vieira Exame de Qualificação Dr. Everton da Silva

    Dr. Francisco Henrique de Oliveira

    28/09/2018 10:00 Auditório I – EQA Detecção de conglomerados de focos de Aedes Aegypti em Joinville através da estatística de varredura espaço temporal

  • – Exame de qualificação Diogo Marcelo Zimmermann

    Publicado em 26/09/2018 às 11:16 11Wed, 26 Sep 2018 11:16:04 +000004.
    Aluno(a) Orientador(a) Nível Banca Data Horário Local Título
    Diogo Marcelo Zimmermann Dr. Rafael Augusto dos Reis Higashi Exame de Qualificação Dr. Orlando Martini de Oliveira

    Dr. Murilo da Silva Espíndola

    Dra. Gracieli Dienstmann (suplente)

    27/09/2018 10:00 Auditório Teixeirão – EEL Mapeamento das áreas suscetíveis a deslizamento translacional da bacia hidrográfica do Rio Cubatão – Joinville/SC, através do modelo SHALSTAB

  • – Disciplina TGT410006 Inovações Tecnológicas em Transporte ABERTA para 2018/3

    Publicado em 21/09/2018 às 16:38 04Fri, 21 Sep 2018 16:38:43 +000043.

    A disciplina TGT410006 Inovações Tecnológicas em Transporte, do professor Eduardo Lobo, está aberta para matrícula e será ministrada a partir da semana que vem (27/09/2018).

    A matrícula, via CAPG, permanecerá aberta até 28/09 para os interessados se matricularem na disciplina do professor Lobo e também ajustarem suas grades.

    Será necessária a entrega do comprovante de matrícula assinado pelo(a) orientador(a).

    TGT410006 Inovações Tecnológicas em Transporte professor Eduardo Lobo Quinta-feira 14:00 – 18:00 Sala 002 – BL A – ECV

  • – NUEVOS PONENTES CONFIRMADOS EN EL FORO LATINOAMERICANO GEOESPACIAL 2018

    Publicado em 21/09/2018 às 16:20 04Fri, 21 Sep 2018 16:20:57 +000057.

    NUEVOS PONENTES CONFIRMADOS EN EL FORO LATINOAMERICANO GEOESPACIAL 2018

    Le anunciamos el último grupo de más de 70 expertos y líderes de la industria que darán vida al Foro Latinoamericano Geoespacial 2018, que está por celebrarse del 6 al 8 de noviembre en la Ciudad de México.

    El LAGF está enfocada para convertirse en nuestro mejor evento hasta el momento, no se pierda lo que tenemos reservado para usted. Obtenga información exclusiva sobre las tendencias actuales en tecnologías geoespaciales, su uso y capacidad para responder a los desafíos que enfrenta nuestra economía, la sociedad y mucho más.

    Integración de la Información Geoespacial I Valor de la Información Geoespacial y su Impacto en la Economía y la Sociedad I Cooperaciones Público – Privadas para el Crecimiento Económico I Información Geoespacial: conducto para alcanzar los ODS I Integración de la información estadística y geográfica para mejoras en la región latinoamericana I Información geoestadística para el manejo territorial I Construcción e ingeniería I Geo-información: cambio climático y desastres naturales I Geo-TICs para Smart Cities I Tendencias tecnológicas transformando el future I GeoAgri I Empleabilidad y oportunidades profesionales


  • – WORKSHOP CAMBRIDGE – PRINT – 24/9 – 10h

    Publicado em 19/09/2018 às 14:55 02Wed, 19 Sep 2018 14:55:23 +000023.

    Segunda-feira, dia 24 de setembro, às 10:00hs, será realizado o workshop com nossos parceiros de Cambridge no PRINT.

    Faremos a primeira discussão sobre o projeto Água, Energia e Alimento – NEXUS.

    Este projeto será desenvolvido pelos Programas de Pós-Graduação em Direito, Design, Contabilidade e Interdisciplinar em Ciências Humanas que deverão participar estabelecendo as diretrizes de ação conjunta para os próximos anos.

    O workshop será na Sala dos Conselhos, localizada no térreo da Reitoria Central.

    Não há necessidade de confirmação de presença.

    (Coordenadoria Administrativa/Pró-Reitoria de Pós-Graduação)


  • – Modernas Técnicas Rodoviárias 2018 – Entrevista com Eng. Prof. Huri Alexandre Raimundo

    Publicado em 19/09/2018 às 14:40 02Wed, 19 Sep 2018 14:40:35 +000035.

    Entrevista com Eng. Prof. Huri Alexandre Raimundo, MsC
    DNIT e UNISUL

    MEMBRO DO COMITÊ CIENTÍFICO

    Breve currículo

    HURI ALEXANDRE RAIMUNDO é Engenheiro Civil graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em l992, Mestre em Infraestrutura e Gerência Viária pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em l998, Pós-Graduado na modalidade MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, em 2014, Pós-Graduado na modalidade MBA em Gestão Pública com Ênfase em Projetos pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, em 2016, e Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PPGEC da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, na área de Pavimentação. Foi engenheiro de projetos e supervisão de obras rodoviárias pela empresa SOTEPA Ltda., no período 1992/2006. Desde 2000 é professor do Curso de Engenharia Civil da Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL e, a partir de 2006, é Analista em Infraestrutura de Transportes do Departamento Nacional de Infraestrutura de transportes – DNIT.

    O que a 10ª edição vai abordar de novidades, em especial para o mundo acadêmico?

    O Seminário Nacional Modernas Técnicas Rodoviárias se consolidou tanto no meio acadêmico, como entre os profissionais que atuam no setor rodoviário, se tornando um evento referência, não só pelo que oferece em termos de conhecimento sobre diversas temáticas, mas também como ponto de encontro de engenheiros de todo o Brasil, já que se repete a cada 2 anos. E isso é algo muito interessante, pois além das atualizações técnicas, em termos de pesquisas, soluções de engenharia, tecnologias, cases de aplicações de técnicas e materiais, novos sistemas, etc., existe essa áurea que transcende o universo da engenharia e abraça esse aspecto social, a ponto do espaço que se destina aos patrocinadores do evento, que denominamos de feira de negócios, onde estão posicionados os estandes, servir de ambiente para um “happy hour”, para o reencontro de profissionais, para comercialização de produtos e discussões técnicas descontraídas.

    Em termos de assuntos que são abordados, o Seminário sempre procura oferecer temas que representem uma mudança, uma quebra de paradigma. Claro que com a crise econômica que o País atravessa há um impacto no mercado rodoviário e, consequentemente, se mal se consegue dar andamento nas obras existentes, inovações técnicas ou grandes obras com soluções modernas também não despontam com tanta repercussão. Isso é um desafio para a Comissão Organizadora do evento, ainda mais se tratando de um encontro programado bianualmente. Logo, a preparação do Seminário, a busca por temas, palestrantes e também empresas com disponibilidade para patrocínio e divulgação de seus produtos e marca, se torna mais difícil.

    Mesmo assim, a 10ª edição trará algumas novidades que interessam ao setor e, considerando o olhar futuro, especialmente o mundo acadêmico. Nós teremos, por exemplo, uma palestra sobre o Novo Método de Dimensionamento Nacional – MeDiNa, que é fruto de um convênio IPR/DNIT e a COPPE/UFRJ, com a participação da Rede Temática de Asfaltos. Esse novo método, que por enquanto abrange pavimentos flexíveis e semi-rígidos, traz uma nova sistemática de caracterização dos materiais que comporão a estrutura de pavimentação de uma rodovia, o que ensejará uma quebra de paradigma e uma necessidade de inovação tecnológica ao meio rodoviário, representando um importante avanço em projetos rodoviários, a exemplo do que muitos países de ponta já fazem.

    Teremos também, como de praxe, exposição de modernizações que estão sendo incorporadas ao DNIT, principal órgão rodoviário do País, bem como o DEINFRA, órgão estadual responsável pelas rodovias administradas pelo governo de Santa Catarina. No caso do DNIT, na edição anterior trouxemos o Novo SICRO, palestra com bastante repercussão positiva. Nesta 10ª edição estamos trazendo “Novas ferramentas aplicadas a Gestão da Malha Rodoviária Nacional”, um tema voltado a manutenção rodoviária que, como externamos anteriormente, com baixos investimentos em infraestrutura rodoviária, a atividade de manutenção acaba ganhando mais evidência. Já no caso do DEINFRA, a 10ª edição trará um “case” de uma técnica aplicada na Restauração do Pavimento do trecho São Joaquim – Lages, denominada HIMA (Ligante Altamente Modificado), cujos resultados são animadores.

    Ainda com boa aderência no meio acadêmico o Seminário irá abordar Inovações na Reciclagem in situ de Revestimento Asfáltico com controle de Granulometria, e as soluções de engenharia com novas tecnologias que são desenvolvidas pelos parceiros do Seminário, tais como GEOBRUGG, HUESKER/TECNIGEO e MACAFERRI.

    Além destes, a 10ª edição irá trazer à baila alguns temas que cada vez mais ganham destaque no setor rodoviário, tais como a incorporação dos conceitos associados a Ciclo de Vida para aplicação em projetos de rodovias, inovações na gestão ambiental de obras rodoviárias, redução de acidentes, etc.

    O que se espera da sessão técnica?

    A sessão técnica é um espaço de divulgação de pesquisas acadêmicas, onde pesquisadores vinculados a programas de Pós-Graduação das principais universidades brasileiras apresentam o estado da arte nas temáticas abrangidas por suas pesquisas.

    Trata-se não só de externar ao mercado rodoviário por onde está trilhando as linhas de pesquisa e inovação relacionadas ao setor, seja em termos de materiais, seja em termos de controles tecnológicos, seja em termos de soluções técnicas aplicadas, mas também de reconhecimento público, o que permite aos participantes do Seminário ter acesso ao que está sendo produzido nas frentes universitárias.

    Além deste contexto de divulgação de métodos e resultados de pesquisas, a sessão técnica ainda oferece uma premiação aos trabalhos em prol da engenharia brasileira.

    Sessão mesa redonda

    No 9º Seminário Nacional Modernas Técnicas Rodoviárias trouxemos uma sessão denominada “Mesa Redonda” onde foram discutidos assuntos relacionados a auditoria de Obras Públicas, no qual de um lado tínhamos representante dos Órgãos Rodoviários DNIT e DEINFRA, do outro dos Órgãos de Controle Externo TCU e CGU, e também do setor construtivo (empresarial), sendo que todos puderam abordar aspectos relacionados as suas atividades e, posteriormente, teve-se os contrapontos com abertura para a participação da plateia. A temática foi muito bem recebida pelos participantes daquele evento, a ponto de ser solicitado que fosse repetida nas próximas edições.

    Desta forma, novamente nesta 10ª edição haverá a sessão “Mesa Redonda – Auditoria de Obras Públicas”, desta vez com a participação dos Tribunais de Contas da União (TCU) e do Estado de Santa Catarina (TCE), da Controladoria Geral da União (CGU), além dos Órgãos Rodoviários DNIT e DEINFRA.

    A temática desta sessão transitará nos aspectos relacionados as auditorias, tanto sob a perspectiva dos órgãos de controle, como nos órgãos executivos de engenharia. Com isso, espera-se abordar casos de irregularidades recorrentes e como os órgãos rodoviários tem procurado se adequar aos principais apontamentos das auditorias.

    Essa discussão é sempre salutar, na medida que expõe as dificuldades na prática executiva ou deficiências da legislação aplicada aos órgãos executores, ao passo que explicita as principais vedações que são objeto do controle externo. Neste “brainstorming” o que se deseja é limitar dentro de um intervalo de aceitabilidade, os passos executivos que geralmente estão atrelados a políticas públicas urgentes, sem estar irregular perante os órgãos de controle.

    LOCAL
    ACE – Associação Catarinense de Engenheiros
    R. Cap. Euclídes de Castro, 360 – Coqueiros